1649

Prefeitura Municipal de Guaratinga

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|
Prefeitura Municipal de
Guaratinga

Com selo ‘SIM’ de Guaratinga, produtos de origem animal podem ser vendidos em 8 cidades

Fonte: ASCOM - Prefeitura de Guaratinga
28/03/2022 às 08h47

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Mais de 40 pessoas participaram nesta sexta-feira (25) no auditório do SISPUG de uma palestra do SEBRAE sobre a importância do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de Guaratinga em produtos de origem animal na hora de vender ou comercializar entre as oito cidades da Costa do Descobrimento.

O SIM é executado pela Prefeitura e é responsável pela inspeção e fiscalização das agroindústrias de produtos de origem animal, comestíveis e não comestíveis, adicionados ou não de produtos vegetais, preparados, transformados, manipulados, recebidos, acondicionados e em trânsito no município. A fiscalização através do SIM, faz parte do cumprimento da lei municipal n° 640/2013, com regulamentação aprovada em 2021.

Realizado pela Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio, em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a ASAPMAG (Associação de Apicultura e Meio Ambiente de Guaratinga), o evento teve como palestrante Ismael Silva, gestor de projetos de agronegócios do SEBRAE, com MBA pela PUC Minas.

A prefeita Marlene Dantas esteve presente no evento e ressaltou que a gestão tem buscado regulamentar a venda dos produtos fabricados em Guaratinga para levar ainda mais longe o nome do município. “Estamos implantando o SIM para os produtores do nosso município possam ter seus produtos vendidos nas prateleiras dos supermercados e serem reconhecidos nas cidades da região”, disse.

Para obter o selo do SIM, o proprietário faz a solicitação na secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio, com sede na rua nova n° 36, de segunda a sexta das 8h às 13h. O local de fabricação do produto será vistoriado pela equipe técnica da prefeitura até que atenda todos os requisitos sanitários. Por fim, o proprietário pagará uma taxa referente ao tipo de produto, recebendo o selo e já pode iniciar a comercialização.

A palestra contou ainda com a presença do Secretário de Agricultura, Indústria e Comércio, Clebson Pereira, o presidente da ASAPMAG, Juarez Matias, o presidente do sindicato dos produtores rurais, Jorge Brito, o representante do Banco do Nordeste, Givanildo e o representante do Conselho de Desenvolvimento Territorial (Codeter), Wilson.