1649

Prefeitura Municipal de Guaratinga

Pular para o conteúdo

Prefeita reúne com apicultores sobre a implantação do SIM- Selo de Inspeção Municipal

Fonte: ASCOM
18/02/2020 às 18h02

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


PREFEITA REÚNE COM O COMITÊ GESTOR DA APICULTURA, BANCO DO NORDESTE E OUTROS ÓRGÃOS E ENTIDADES, SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO SIM - SELO DE INSPEÇÃO MUNICIPAL.

Nesta terça-feira 18/02, pela manhã, a Prefeita Christine Pinto, reuniu com integrantes do CGM-Comitê Gestor Municipal da Apicultura, onde recebeu as demandas que foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal.

A reunião contou com a presença do Secretário da Agricultura Inocêncio Pinheiro, representantes da ASAPMAG, COOPERAG, SPR, Banco do Nordeste, SEPLAN e SETAF.

Na pauta, estava a discussão sobre a implantação do Selo de Inspeção Municipal-SIM; Organização da Feira da Agricultura Familiar; Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A gestora pública prometeu apoiar as iniciativas, sobretudo na implantação do Selo de Inspeção Municipal, o qual proporcionará a venda legal e segura dos alimentos de origem animal no município. Essa é mais uma iniciativa do Plano de Ação da Apicultura para fortalecimento da atividade no Território Costa do Descobrimento.

Os apicultores apresentaram amostras da qualidade do mel que é produzido no município, hoje atinge cerca de 50 toneladas por ano. A apicultura do município já foi destaque no Programa Globo Rural da Rede Globo, sobre a produção de abelhas- rainhas, um projeto-piloto que tem se espalhado por diversos Estados do Brasil, a partir de técnicas desenvolvidas por nossos apicultores.

Esses profissionais que dia-a-dia se esforçam para levar a mesa dos brasileiros um produto naturalíssimo e com alto grau de pureza, estão sempre atentos aos eventos que enaltecem a apicultura da região, inclusive participando em outros Estados de Workshopings, Seminários e Congressos, como por exemplo, O Congresso do Mel realizado em Fortaleza-CE.

A intenção é que a partir do Selo de Inspeção Municipal, o nosso mel possa ser exportado com mais rapidez, e ter um ganho de produção, elevando de 50 para 100 toneladas nos próximos anos.

POR ASCOM/PMG