1649

Prefeitura Municipal de Guaratinga

Pular para o conteúdo

Em live, Guaratinga debate importância da denúncia no combate ao abuso sexual infantil

Fonte: ASCOM - Prefeitura de Guaratinga
18/05/2021 às 15h46

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Nesta terça-feira, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Um dia para a conscientização da sociedade e autoridades sobre a gravidade da violência sexual de meninos e meninas.

Não é uma data escolhida aleatoriamente. Ela dá visibilidade a um crime bárbaro que chocou o Brasil, em 1973, quando a menina Araceli Cabrera Sanches Crespo, de apenas oito anos de idade, no Espírito Santo foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O crime ficou impune.

Uma live transmitida pelo Facebook da prefeitura de Guaratinga na manhã desta terça-feira reuniu diversas autoridades e profissionais especialistas para discutir o tema sob diferentes perspectivas, desde questões preventivas ao apontamento de sinais importantes na identificação de casos, canais de proteção e denúncia, direitos previstos em lei às vítimas e apresentação de dados relativos ao cenário local.

A Prefeita Marlene Dantas esteve presente, parabenizou as equipes do CREAS e do Conselho Tutelar que desenvolvem um trabalho de acompanhamento das famílias e falou sobre o crescimento de casos de abusos sexuais em Guaratinga. “Nesse momento de pandemia tem aumentado o número de abusos, esse tipo de violência é praticado por pessoas próximas às crianças como vizinhos, padrastos, parentes etc. Muitas são ameaçadas para não contar o que está acontecendo. Por favor, denuncie. Não fique calado, as crianças são indefesas!”, alertou a gestora.

O evento contou ainda com a participação do pastor Wilton abrindo com o momento de oração. A assistente social Rídel Martins explicou que a flor da campanha do 18 de maio simboliza os desenhos da infância e a fragilidade que a mesma representa. A psicóloga Joyce Marques abordou os sinais e traumas que os menores abusados passam e que por isso precisam de acompanhamento profissional. A advogada Neilma Carmo, apresentou as leis que garantem os direitos das crianças e adolescentes.

Houve ainda a participação de dois alunos do município, Kainan Mares e Pricilla Santos, abordando o abuso sexual através da internet, o vídeo enviado pelo delegado da cidade Robson Andrade e os dados sobre abusos e exploração sexual apresentados pelos conselheiros tutelares Luyan Gobira e Rogério Silva sobre o ano de 2020 e o primeiro quadrimestre de 2021 em Guaratinga.

Havendo alguma suspeita é possível fazer a denúncia por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. A denúncia pode ser feita também na Polícia Militar, pelo número 190, ou Polícia Civil, pelo 181. O sigilo é garantido, e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixos ou móvel.

Veja a live no link a baixo.